quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

eu não me importaria


Eu também não me importaria nem um pouco de ter 60 anos, morar no Wozoco e todos os dias acordar e ver o mundo através de um vidro laranja ou pink.

Eu também não me importaria nem um pouco de ter 60 anos, morar no Wozoco e todos os dias sentar em baixo do "chapéu de sol" preferido.

Eu também não me importaria nem um pouco de ter 60 anos, morar no Wozoco e todos os dias escutar repetidamente versos como "I’d pay to visit you on rainy Sundays/I’ll maybe tell you all about it someday".

Eu também não me importaria nem um pouco de ter 60 anos, morar no Wozoco e todos os dias comer quilos e quilos de marzipã em formato de urso, fruta ou peixinhos.

Eu também não me importaria nem um pouco de ter 60 anos, morar no Wozoco e todos os dias sorrir para o garoto de 6 anos que desce pela porta da frente do ônibus segurando a mão da irmã mais nova.

Eu também não me importaria nem um pouco de ter 60 anos, morar no Wozoco e todos os dias achar engraçado quem passa grande parte do tempo imaginando como seria se as pessoas ao invés de pés tivessem rodas e fizessem xixi pelo dedo indicador.
Eu também não me importaria nem um pouco de ter 60 anos, morar no Wozoco e todos os dias limpar controles-remoto, interruptores, organizar livros por cores e roupas por tempo de uso, colecionar caixinhas de todos os tipos e passar o resto do tempo me perguntando quem inventou o sistema de numeração das casas.

3 comentários:

Anônimo disse...

Esse prédio é feio.

anderson disse...

Eu nao me incomodaria, nem um pouco, de ter 60 anos e morar no Wozoco. MVRDV Rules.
beijos

Anônimo disse...

é feio? não!! é uma interceptação de habitar em arquitectura, e está muito bem conseguido